New Olympian


New Olympian
 
InícioInício  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Ajudando na Forja-One Post para Mandy Mearlen

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Éolo
Deuses Menores
Deuses Menores
avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 27/06/2013
Localização : Ilha de Éolia

Ficha Mística
HP:
9999/9999  (9999/9999)
MP::
9999/9999  (9999/9999)
Arsenal:

MensagemAssunto: Ajudando na Forja-One Post para Mandy Mearlen   Sab Jun 29, 2013 8:18 pm


Ajudando na Forja"
Is Party Time!


A jovem Mandy havia sido convocada por um filho de Hefesto chamado : Evio Storm,ele lhe chamou para ajudar ele na forja,pois ele teria que forjar um Mini raio de Zeus para um outro Semideus,ajude-o imediatamente!

Criterios:

-15 Dias para postar.
-15 Linhas no Minimo.
-Caso use Poderes ou Armas cite no final do Topico.
-Fale seu dia antes de ser chamada na forja e diga também as características do Semideus Filho de Hefesto,diga que tipo de ajuda você deu de forma coerente.
-Diga quem é o Semideus para quem vocês entregaram o Mini-Raio,se houver dialogo,cite-o!
-Inove e me deixe surpreenda!
-Boa Sorte!

Ran @ Cupcake Graphics
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mandy Mearlen
Filhos de Zeus
Filhos de Zeus
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 23/06/2013
Idade : 17
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha Mística
HP:
130/130  (130/130)
MP::
130/130  (130/130)
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Ajudando na Forja-One Post para Mandy Mearlen   Dom Jun 30, 2013 12:00 pm



BONDADE? TALVEZ...

Estou nos estábulos com um NPC, citei outro NPC. Estou vestindo isto. É tarde e o céu está claro. Os trechos nesta cor são falas minhas, os trechos nesta são falas de outros personagens. Os nesta são pensamentos.

 Eu estava sentada na porta do chalé para o qual fora designada, resolvendo as cruzadinhas de uma revista qualquer. Não era boa nisto, todavia estava sem nada para fazer, então acolhi de bom grado aquele joguinho irritante. Por que irritante? Pois faltava UMA palavra para eu terminar e esta empacara na ponta de minha língua, sem querer saltar para o papel. Oras, não era tão difícil assim! Conseguia quase visualizar suas letras, contudo minha memória parecia brincar comigo, ao que não recordava qual era tal termo. Encarei novamente a página, pronta para reler a dica, mas uma grande sombra caiu sobre ela.
 _Pode dar um passinho para o lado? – Pedi antes mesmo de despregar os olhos do papel. Quando o fiz me vi diante de um rapaz alto e corpulento, os braços compridos de mais para o resto do corpo e uma carranca surpresa presente na face. Seus cabelos castanhos caiam em cachos pelo rosto, um deles sobrepondo um olho negro (o único ponto belo em suas feições). Em suma: Um gorila depilado. Sorri ao reconhecer este perfil, e de bônus lembrei da tal palavra. – Treze letras, a segunda sendo “n”, “o que não convém ou é prejudicial”: Inconveniente. Cansou de cuidar dos cavalos?
 _Sai da frente, tenho que achar um filho de Zeus. – Disse, delicado como sempre.
 _Não é educado ignorar as pessoas, sabe? Quem está procurando?
 _É surda? Acabei de dizer: Um filho de Zeus.
 _E você cego, pelo jeito. Ou então ignorante. Está olhando para uma. – Ah, valeu a pena falar aquilo só para vê-lo corar de constrangimento. É... Nunca se espera precisar de alguém a quem maltratou. – O que quer?
 _Nada, vou procurar outra pessoa.
 _Não vai achar outra pessoa. Desembuche logo.
 _E quem vai me obrigar? Você?
_Não sou eu quem precisa de ajuda. – Cantarolei. Tão divertido... Ele estava mais vermelho que um pimentão.
 _Já que quer tanto, vem me ajudar num projeto. – Finalmente falou, após certa hesitação.
_Do mesmo jeito que te “ajudei” a resgatar o cavalo?
 _É claro que não! Acha que sou tão irresponsável assim? Não consegue nem tomar conta de uns bichos, se te deixasse mexer nas forjas explodiria o acampamento.
 _Acho? Não acho, tenho certeza. Então... O que quer que eu faça, senhor responsável?
 _Nada de mais, só que me ajude com a parte elétrica da coisa.
 _Tem sorte de eu ser uma pessoa bondosa e prestativa. – “E de poder por acidente explodir sua carranca no processo”, acrescentei mentalmente. – Onde fica essa tal forja?
 _Vem. – Foi sua resposta, e logo pomo-nos a caminhar
 Entediada, cantarolei durante todo o percurso, o que pareceu irritar o outro. Visto isto passei a cantar mais alto.
 _Qual é o seu nome? – Perguntou numa óbvia tentativa de me fazer calar a boca.
 _Mandy, e o seu?
_Storm, Evio Storm.
 _Ah, legal. – Para seu desgosto voltei à cantiga (deuses, como será que soaria minha voz? Sua expressão indicava que estava a ponto de explodir).
 _Pode calar a boca?
_Não!
 _Para o inferno, você.
 _Pode ser mais educado?
 _Não!
 _Então vamos juntos para lá.
 Inspirou profundamente, tentando conter o impulso de esmurrar minha cara, e eu apenas sorri. As trocas de alfinetadas continuaram até lá chegarmos, momento em que ele foi obrigado a se calar para procurar uns papéis. Abriu uma planta sobre uma mesa, começando a tagarelar um monte de termos complicados.  Parei de tentar entender mais ou menos na metade do aranzel, apontando para o desenho exclamando um “é um cone!” quando o discurso enfim terminou.
 _Santa ignorância... Só faça o que eu digo, beleza?
 _É mais prático. – Concordei, sentando-me num canto. Lá fiquei por mais tempo do que o desejado, pois apesar de ter pedido meu auxílio o rapaz fazia tudo sozinho (o que contrastava muito com os eventos daquela manhã). Eu já estava quase indo embora quando ele finalmente me chamou.
 _Mandy, vem aqui.
 _Finalmente. O que quer?
 _Preciso carregar os capacitores, mas puxaria muita corrente. Creio que as tomadas não agüentam. Pode, sei lá, invocar um raio ou coisa assim?
 _Carregar o quê?! Pode pelo menos uma vez falar inglês?
 Suspirou, girando os olhos.
 _Só faça um raio acertar esse ponto. – Pediu, apontando para dois orifícios na extremidade superior do cone.
 Mordisquei o lábio inferior enquanto pensava. Nunca tentara isto antes, não sabia se conseguiria, mas ainda assim deixar de lado a possibilidade de “acidentalmente” dar um choque no garoto estava fora de questão.
_Seria melhor se estivéssemos ao ar livre. Não sei se consigo criar energia, mas posso tentar guiá-la. – Refleti em voz alta.
_Cai de novo no problema dos fios.
 _Ah, se vira. Não posso fazer milagres.
 _Não dá para brigar com a física, mas talvez se pegarmos direto do ponto de entrega...  
 _Repito: Só me diz o que fazer, não precisa explicar. Não vou entender, mesmo.
 Assim dito, assim feito. Andamos metros e metros até achar a fiação da companhia elétrica. É... Ela teria um singelo prejuízo, hoje.
 _Segure o troço bem alto. – Ordenei, sorrindo, mas ele não era ignorante ao ponto de cair nessa.
 _Acha que sou lerdo?
 _Não pergunte se não quiser saber a resposta.
 _Só faça isto logo. – Fincou o protótipo no chão, se afastando.
 Concentrei-me, sentindo as cargas se movimentarem pelo fio. Inspirei profundamente, focando-me em facilitar o caminho da corrente, a qual logo se manifestou em forma de um clarão de luz. Se eu mirei no objeto? É claro que não. Mas a inexperiência e o acaso fizeram com que o raio o acertasse ao invés de transpassar o corpo de Evio. Sortudo.
 Arfei, cansada, e lancei-lhe um olhar indagador.
 _Mais alguma coisa?
 _Experimente. – Pediu, pela primeira vez num tom amistoso. Okay... Ou aquilo explodiria na minha mão, ou a eletricidade afetara seus neurônios.
 _Por que eu?
 _Porque você é quem tem mais chances de sobreviver se algo der errado.
 _Me senti tão animada...
 _Quis saber, não quis? Então agora teste.
 _Qual a palavrinha mágica?...
 _Pooor favor. – Disse, assassinando-me com o olhar.
 _Não. – Afirmei, sorridente. Mais uma vez assisti-lhe inflar de raiva.
 _Se não pegar esse troço agora eu vou te partir em três.
_Sabe, da próxima vez o raio pode cair nessa sua cabecinha oca.
 _Não ousaria...
 _Já ousei, você só deu sorte.
 Mesmo com a troca de ameaças peguei o cone, mirando nos pés do garoto e atirando (não me pergunte como fiz isto). A luz cortou o ar, junto a um pequeno fio de fumaça, e ri ao vê-lo praguejar enquanto se afastava.
 _Putinha imunda! – Exclamou, oscilando.
 _Ai, suas palavras me ofendem tanto... – Revirei os olhos. – Para quem é essa coisa?
 _Não é de sua conta.
_Passou a ser no momento em que me pediu ajuda.
 _Me lembre de não repetir o erro.
 _Pode deixar. – Bati continência. – Agora responda minha pergunta.
 _Para um tal de Johansson. Acho que o primeiro nome é Steve. Satisfeita?
 _Nem um pouco, mas fazer o quê? – Atirei-lhe a peça. – Toma, tenho coisa melhor para fazer.
 Era uma mentira deslavada, contudo gerar um raio realmente me cansara. Esperava que nem todos os dias fossem como aquele, caso o contrário passaria mais tempo dormindo que acordada. Então voltei ao chalé, ávida por completar minha cruzadinha (argh, e não é que de novo esquecera a tal palavra?).

PREFIRO UMA VINGANÇA CHOCHANTE
THE RAVEN@ CG!


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Éolo
Deuses Menores
Deuses Menores
avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 27/06/2013
Localização : Ilha de Éolia

Ficha Mística
HP:
9999/9999  (9999/9999)
MP::
9999/9999  (9999/9999)
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Ajudando na Forja-One Post para Mandy Mearlen   Dom Jun 30, 2013 12:55 pm


Avaliação-Ajudando na Forja
Is Party Time!


Mais uma vez você conseguiu me surpreender,tamanho consideravel, poucos erros de português,você é uma pessoa coerente assim como seu texto, e não fugiu do Contexto,continue assim e terá logo um grande nivel,podendo ser Monitora de Chalé,então Continue assim!

Prêmios:

-100 XP
-850 Dracmas


Ran @ Cupcake Graphics
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ajudando na Forja-One Post para Mandy Mearlen   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ajudando na Forja-One Post para Mandy Mearlen
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ▬ O Item de Argos ▬ Missão One-post para Augusto Winehouse
» Lipstick battle[ Missão one-post para Hollister C. H.]
» Give me back [Missão One-Post, para Alexia Herz McCready]
» O Desmaio da Náiade ☪ Missão One Post para Jane D. Howford
» ☤ Morangos ☤ Missão One-Post para Sweet C. Rowell ☤

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
New Olympian :: Acampamento Meio-Sangue :: Forjas-
Ir para: